Obra de esgotamento sanitário em Rolante: cerca de 65% da Fase I e em torno de 25% da Fase II estão concluídas

Investir em esgotamento sanitário é sinônimo de pensar na saúde e na qualidade de vida da população mas, por outro lado, ao longo do período de execução causa transtornos no trânsito e no dia a dia da comunidade.
Apesar de todos os transtornos decorrentes de uma obra deste porte, a Administração Municipal decidiu apostar nos benefícios que ela trará à população a longo prazo e encarar este desafio, considerando a obra de esgotamento sanitário como uma das mais importantes da atual administração, que tem a sua frente o prefeito Régis Zimmer,.
A obra começou em 2013 e terá, até sua conclusão, um investimento de R$ 10 milhões para a construção da ETE, elevatórias e redes coletoras e mais R$ 18 milhões para as Fases I e II, que compreendem mais de 30 quilômetros de rede coletora de esgoto sanitário na zona urbana de Rolante, fazendo com que os rolantenses partam de 0% para  cerca de 70% de esgoto sanitário tratado na zona urbana.

Esgotamento Sanitário Fases I e II
Atualmente a Fase I da obra de esgotamento sanitário está sendo executada na Avenida Emílio Schmidt,no trecho entre as ruas 1º de Maio e 7 de Setembro, onde está sendo executada a rede auxiliar de ramais. A rede coletora profunda está concluída nestes locais.
Na Rua Conceição ambas as redes, coletora e de ramais, já estão concluídas, faltando somente um melhor acabamento nos passeios.
Segundo o engenheiro do Departamento de Engenharia da Prefeitura de Rolante, Sandro Jaquiel da Silva, cerca de 65% da Fase I da Obra de Esgotamento Sanitário está concluída. Do percentual que ainda resta executar, menos de 5% correspondem às execuções de redes e de ramais, os outros 30% correspondem às execuções da Estação de Tratamento e da Estação Elevatória de Esgoto.

Fase II da Obra de Esgotamento Sanitário:
•    Rua Borges de Medeiros:
No trecho entre a Rua Pedro Schneider e a Av. Getúlio Vargas a rede coletora profunda está concluída e os trabalhadores estão executando a rede auxiliar de ramais nos dois sentidos da rua, por isso houve o desvio do trânsito nesse trecho.
•    Rua Conceição:
Rede coletora concluída e de ramais praticamente, faltando somente um melhor acabamento nos passeios.
•    Rua Alfredo Wüst:
No trecho entre a RS-239 e a Rua Pedro Schneider já houve a repavimentação das ruas; no trecho entre a Rua Pedro Schneider e a Rua Bernardo Henrique Bohlke Filho a repavimentação está em andamento.
•    Rua Eng. Noé de Freitas:
No trecho entre as Ruas Conceição e Alfredo Wüst a rede coletora está concluída e os ramais estão sendo executados. A repavimentação virá posteriormente a conclusão dos ramais.
•    Rua Pedro Schneider:
No trecho entre as Ruas Conceição e Alfredo Wüst a rede coletora está concluída e boa parte dos ramais e da repavimentação também.
A prioridade continua sendo deixar prontas as redes coletoras e de ramais nas ruas que irão receber revestimento asfáltico: Rua Alfredo Wüst (da RS-239 até a Rua Pedro Schneider), Av. Emílio Schmidt, Rua Borges de Medeiros (da Rua Emílio Marmitt até a Av. Getúlio Vargas), Av. Getúlio Vargas, Rua Guerino Pandolfo (da Rua Alfredo Wüst até a Rua Conceição), Rua Eng. Noé de Freitas (da Rua Alfredo Wüst até a Rua Conceição), Rua Pedro Schneider (da Rua Alfredo Wüst até a Rua Conceição) e Rua Armando Balduíno Gutheil.
Algumas das ruas acima citadas já estão com as obras de esgotamento concluídas, como é o caso da Rua Armando Balduíno Gutheil e outras como a Rua Carlos Huff, a Avenida Getúlio Vargas e alguns trechos da Rua Borges de Medeiros já foram inclusive asfaltadas.
O supervisor geral de Obras de Rolante, Airton Trevizani da Rosa, pede o apoio e a compreensão da comunidade durante a execução dessa obra que causa muitos transtornos a todos, mas que é extremamente importante para o município, principalmente para a saúde da população rolantense e dos locais por onde o Rio Rolante passa.
"Sabemos da carência do nosso país em tratamento de esgoto, ter uma obra dessas em Rolante coloca o nosso município numa seleta lista de cidades brasileiras que terá esgotamento sanitário, demonstrando nossa preocupação com a saúde da população e com a preservação do meio ambiente", salienta o prefeito Régis Zimmer.


























 

---

 

 

 

 

Compartilhar