Rolante incentiva e premia novos empreendedores através do 1º Concurso de Startups

Com o intuito de desenvolver novos negócios nos setores de turismo, calçado, processamento de alimentos, agricultura e energias renováveis, o município de Rolante, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Programa de Desenvolvimento Econômico Local (DEL Rolante), em parceria com  o Conselho de Desenvolvimento Econômico Local  e Câmara Técnica de Atração de Investimentos, promoveu o Concurso de Startups "Inovação na Capital Nacional da Cuca", contando com a participação de 16 inscritos que aceitaram este desafio.
Os vencedores foram conhecidos na noite da última segunda-feira, 29, na sede da Acisa, depois de participarem da etapa semifinal, no sábado, 27, que selecionou cinco projetos e, destes, três foram premiados.

 

 

 


1º lugar Pedra Moura:
Os amigos Cristian Petry e Vinicius Grings resolveram aceitar o desafio, apostando na criação da empresa Pedra Moura, que vai oferecer cortes de carnes nobres pela internet para Porto Alegre e demais municípios da Região Metropolitana.
Há um ano vêm desenvolvendo a ideia e nos últimos três meses realizaram quatro “MVP” (Produto Minimamente Viável) pelo aplicativo de mensagens Whatsapp. A primeira entrega foi feita para 29 clientes, com uma divulgação feita entre familiares e amigos. Até a última entrega, realizada na semana passada, com uma divulgação feita basicamente no famoso "boca a boca", a lista de clientes atendidos já aumentou para 179 pessoas.
O diferencial está na preocupação com a qualidade da carne entregue, assim como o processo de criação e abate do animal. A programação de entregas acontece em média a cada 15 dias, e são ofertados os diferentes cortes do gado, sendo que o animal é abatido apenas após o fechamento da venda de toda a carne.
"Já estamos em processo de registro da empresa e agora que vencemos o concurso queremos fazer o lançamento de um site bem estruturado até o mês de dezembro. No interior as pessoas têm acesso à carne de qualidade por um preço acessível, nas grandes cidades se o cliente quiser qualidade vai pagar muito caro por isto. Nós oferecemos qualidade com preço justo. Os clientes vão ter informações de todo o processo, inclusive do tipo de alimentação que os animais recebem. É um trabalho inovador e realmente diferenciado", salientam os sócios Petry e Grings.
Para compor o investimento inicial na Pedra Moura, os jovens empreendedores avaliaram que precisam de R$ 100 mil. O prêmio de R$ 3 mil que ganharam conquistando o primeiro lugar no concurso será integrado ao capital que possuem para adquirir um caminhão e equipar a empresa, com a compra de maquinário.


2º lugar Trinity:
Ronaldo Silva já morou fora do país e voltou para a propriedade da família, na localidade de Areia, há alguns anos, apostando em uma forma mais natural de vida. Através do Projeto Trinity, a proposta da startup está centrada na criação de uma pousada escola. Onde serão oferecidos cursos voltados ao equilíbrio do corpo, mente e espírito de forma voluntária e gratuita. A forma de manter a escola, está relacionada a estruturação da pousada que inicialmente terá capacidade de atender até oito pessoas.
Já foi realizado um investimento inicial e ainda precisa de aproximadamente R$ 50 mil para  adequações de infraestrutura para receber turistas que queiram uma vivência rural, usufruindo de terapias, yoga e, futuramente, abrigar a Escola.
O Projeto Trinity será desenvolvido em família, com os pais, Fernando Silva e Luizita da Silva, a irmã Cristiana Daniela da Silva, juntamente com o cunhado Thierry Pinto (esposo de Daniela) e o sobrinho Noah da Silva Pinto (filho do casal). Este projeto recebeu como premiação R$ 2mil.

 


3º lugar E3R Soluções Integradas em Engenharia:
Os irmãos Eduardo Schmidt e Vinicius Schmidt, junto com o sócio Ricieri Silva, estão apostando na empresa E3R Soluções Integradas em Engenharia, que visa uma solução  através de um software inteligente, de compensação entre os valores investidos por um grupo A e os custos fixos pagos pelo grupo B. Este projeto recebeu como premiação R$ 3mil.
Além da premiação em dinheiro, cada empresa receberá um ano de consultoria que será oferecida pelos parceiros do projeto de Startups; um ano de Assessoria Contábil oferecida pelo Núcleo de Contadores da Acisa; Financiamento Sicredi com juro diferenciado para investimentos de acordo com o plano de negócio e, ainda, isenções de taxas municipais para abertura das empresas.

 

 

 

Durante o evento final, o proprietário do Cambará Eco Hotel, Emiliano Brugnera, falou sobre "Boas práticas de sustentabilidade na hotelaria", dando como exemplo o hotel da família, agraciado com o Prêmio Braztoa de Sustentabilidade na Hotelaria, e com o prêmio Top Brasil de Sustentabilidade 2016/2017, sendo este o mais importante prêmio de empreendedorismo sustentável no Brasil. Salientando que Rolante tem um grande potencial turístico e que qualquer empreendimento que queira ter sucesso precisa, necessariamente, passar pela fase de estudo de viabilidade. Não basta ter uma boa ideia.
O prefeito de Rolante, Régis Zimmer, que é empresário, salientou que ficou muito feliz com a qualidade dos projetos inscritos no concurso e desejou que todos os participantes, não apenas os vencedores, sigam em frente, acreditem em suas ideias e coloquem em prática, com votos de que tenham sucesso em seus empreendimentos.
O concurso foi coordenado pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Evandro Lembi, pela turismóloga, Diuly Mähler,  juntamente com a agente de articulação do DEL, Aline Nandi.


























 

---

 

 

 

 

Compartilhar